• INICIO
  • /
  • SOBRE O BLOG
  • /
  • RESENHAS
  • /
  • EMPODERAMENTO FEMININO
  • /
  • /
  • COMPRE O MEU LIVRO
  • [Resenha] Caixa de Passáros-Josh Malerman

     Sinopse:  Caixa de Pássaros - Romance de estreia de Josh Malerman, Caixa de pássaros é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois de o surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.



    Que livro incrível! É difícil colocar em palavras o quão envolvente e impactante revelou-se a leitura de Caixa de Pássaros. Nunca havia lido algo assim: tão aterrorizante e angustiante. E mais, em nenhum momento imaginei que ao invés de torcer para não ficar amedrontada (o que, sem dúvida, seria o mais provável), eu vibraria com o terror presente na história. O fato é que o grande charme da obra é que ela é dolorosamente intensa. Cada emoção narrada – medo, confusão, desamparo, angústia – é descrita para que o leitor sinta na própria pele as experiências da protagonista; motivo pelo qual é impossível não devorar cada página dessa surpreendente e instigante históriade suspense e cegueira.


    A trama traz como cenário uma epidemia global que tem enlouquecido os seres humanos. Os casos começaram na Rússia e aos poucos infestaram o mundo, aterrorizando todas as nações. Acontece que ao ver algo – uma criatura, talvez – o homem fica tão apavorado que, além de enlouquecer, acaba se suicidando. Enforcamento, automutilação, autocanibalismo...Não importa como, ver tal ser misterioso leva as pessoas a se matarem imediatamente. Desesperadamente, a população passa a estocar alimentos, tampar todas as janelas e portas de casa e, como medida preventiva, usar vendas. Entretanto, por quanto tempo alguém consegue ficar recluso e, principalmente, com os olhos fechados? O caos está instalado, a comida é escassa, as pessoas estão morrendo, e o pior é que não é possível saber o que está causando tudo isso. Ver não é mais seguro, talvez nunca mais será.


    É um blecaute, pensa Malorie. O mundo, o exterior, está sendo desligado. Ninguém tem respostas. Ninguém sabe o que está acontecendo. As pessoas estão vendo alguma coisa que as leva a machucar os outros. A machucar a si mesmas. As pessoas estão morrendo. Mas por quê?

    Suspense | 272 Páginas | Cortesia Editora Intrínseca |  Compare & Compre: Saraiva • Amazon • Cultura| Classificação: 5/5 

    Acompanhamos o mundo desmoronar sob o ponto de vista de Malorie, jovem que, por estar grávida, luta com coragem e determinação por sua vida e a de seu bebê. Um dos pontos positivos da obra é que a narrativa da protagonista é intercalada entre presente e passado: um passado de tragédia, morte e medo, e um presente de incerteza e esperança. Ao longo da leitura as peças do quebra-cabeça vão se encaixando, fazendo com que a união de passado e presente torne a narrativa ainda mais instigante e surpreendente. Outro aspecto favorável são os momentos de pura aflição que passamos ao lado de Malorie. Ter um filho, perder as pessoas que ama, ver de olhos fechados o mundo desmoronar e ainda manter-se sã? Isso é para poucos. Muitas vezes me perguntei se no lugar dela teria coragem para seguir em frente. E sinceramente? Sei que a resposta é não. Então, pontos para o autor por criar uma heroína como essa. Sem dúvida virei fã da personagem e da sua força monumental.
    Além do cenário incrível e da protagonista corajosa, o autor também encanta por ter uma narrativa fluída e real. Como já disse anteriormente, sua escrita nos permite sentir o mesmo que a Malorie, quase como se nossos olhos também estivessem vendados. Adorei cada sensação gerada pela leitura, me deliciando com a mescla de emoções causadas por essa história que, mesmo sendo fantasiosa, me levou ás lágrimas e me fez refletir sobre o futuro do mundo, sobre como seria levar uma vida completamente nas trevas. Tenho uma única ressalva para quem espera explicações e teorias mirabolantes: tenham em mente que a trama é, antes de qualquer coisa, sensitiva. O objetivo do autor é mexer com nossas emoções, portanto, faltam detalhes sobre como o mundo começou a desmoronar e a respeito da verdade por trás das criaturas que afligem a humanidade. Questões que, sendo sincera, não afetam o rumo da história, muito pelo contrário, tornam ela ainda melhor. – Não saber o que temer é a grande aposta do autor.
    Simplesmente me apaixonei pelo livro! Creio que minha resenha não fez jus à obra, portanto fica o apelo: leiam a história e deixem-se cativar pelo talento do escritor Josh Malerman. Quem sabe ele também não te surpreende?


     
    © FALA DI- 2017. Todos os direitos reservados. : MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo